Notícias

Três Lagoas triplica empregos no governo André

IMG_7058

A cidade de Três Lagoas está entre os destaques de crescimento em Mato Grosso do Sul no período do governo de André Puccinelli, 2007 a 2014. As riquezas da cidade foram multiplicadas quatro vezes e a quantidade de vagas no mercado de trabalho triplicou.

Quando André assumiu o governo de Mato Grosso do Sul, Três Lagoas havia contratado 8.962 trabalhadores com carteira assinada. Esse foi o resultado verificado em dezembro de 2006 pelo Ministério do Trabalho.

Ao fim do primeiro ano do governo André, em 2007, os empregadores de Três Lagoas já haviam assinado a carteira de 13.728 trabalhadores. No último ano do governo André, as contratações em Três Lagoas chegavam a 26.733, conforme o relatório do Ministério do Trabalho.

 

PIB de Três Lagoas passou de R$ 1,9 bilhões para R$ 7,2 bilhões no governo André

 

Os empregos gerados na gestão André resultam de claro crescimento na economia de Três Lagoas. O PIB (Produto Interno Bruto) da cidade era de R$ 1,9 bilhão em 2006 e chegou a R$ 7,2 bilhões em 2014. Essa transformação na realidade do município foi possível por investimentos constantes em segurança, emprego, saúde, educação, habitação, infraestrutura e assistência social.

Três Lagoas tornou-se a primeira opção para instalação de multinacionais e ganhou excelência na produção de matérias diversas.

Na cidade estão representados líderes globais, como a International Paper, Cargill, Fibria e Eldorado Papel e Celulose transformando Três Lagoas na Capital Mundial da Celulose.

Foi no governo de André Puccinelli que a cidade recebeu o contorno ferroviário. O investimento na obra chegou a R$ 36,3 milhões, que possibilitaram a pavimentação de 12,4 mil quilômetros de estrada.

O trecho contemplado vai de Bauru (SP) a Campo Grande (MS) e favorece o escoamento da produção e a integração da região.

 

População teve prioridade absoluta na gestão André

 

Se gerar empregos esteve no centro das preocupações do governo de André para Três Lagoas, garantir a qualidade de vida da população era prioridade absoluta.

Com essa diretriz, a cidade recebeu investimentos de R$ 1,8 milhão, R$ 505,5 mil e R$ 229,9 mil aplicados na perfuração de poços profundos e ampliação da rede de abastecimento da cidade.

Também foram aplicados R$ 690 mil na reforma do prédio administrativo e operacional da SANESUL, garantindo qualidade no atendimento à população. Foram direcionados R$ 1 milhão em recapeamento asfáltico para melhorar o tráfego pelas ruas da cidade.

 

Política educacional de valorização do aluno e professor

 

Para o governo André Puccinelli, não bastava ter o aluno em sala de aula como forma de garantir educação. Por isso, todo início de ano letivo, os estudantes recebiam kits escolares e uniformes. Premiações asseguravam a dedicação dos alunos à vida acadêmica. A política educacional priorizava, ainda, a valorização profissional e qualificação dos professores.

Entre as obras de destaque na educação de Três Lagoas está a reforma, ampliação e cobertura da quadra de esportes da Escola Estadual Bom Jesus, onde foram investidos R$ 710,3 mil.

O governo investiu, ainda, R$ 7,6 bilhões viabilizaram a construção da Unidade Educacional de Internação Masculina Tia Aurora. Mais que alvenaria, os recursos foram fundamentais para a ressocialização dos jovens.

Outras Notícias:

Receba nossos conteúdos

CONTATO PARA IMPRENSA

assessoria@andrepuccinelli.com.br

André Puccinelli 2018. Todos os direitos reservados.
Livre reprodução, transmissão e redistribuição dos conteúdos sem edição e com crédito.