Notícias

Corumbá viveu espiral crescente na gestão André

corumba

Corumbá viveu uma espiral crescente de geração de empregos, riquezas e qualidade de vida nos oito anos do governo André Puccinelli, entre 2007 e 2014. No período, a cidade recebeu incentivos aplicados em segurança, geração de emprego, na saúde, na educação, na habitação e na assistência social.

A fórmula permitiu que o PIB (Produto Interno Bruto) da cidade triplicasse, passando de R$ 1,9 bilhão em 2006, para R$ 3,1 bilhões em 2014. Com os incentivos econômicos Corumbá quase dobrou o número de contratações formais. Em 2006, 3.165 trabalhadores tiveram a carteira assinada, mas em 2014, já eram 6.796.

Saneamento básico recebeu o maior investimento da história durante governo André

André Puccinelli rompeu o ciclo de abandono do sistema de saneamento em Corumbá, que não recebia investimentos significativos desde a década de 1970. Foram aplicados R$ 125 milhões para levar abastecimento de água e tratamento de esgoto a 80% da cidade, alcançando inclusive as comunidades indígenas.

Em 2011, Corumbá recebeu a entrega da primeira Estação de Tratamento de Esgoto da cidade, a ETE Olaria. A obra recebeu investimentos de R$ 70,8 milhões. Foram instalados na cidade 165 km de rede de esgoto, bem como sete estações elevatórias.

O escoamento da produção corumbaense, que é um expoente na exploração de minério, é garantido por uma moderna estrutura viária. A obra recebeu R$ 13,5 milhões e constituem o anel viário de Corumbá. O transporte de mercadorias pela rodovia BR 262 também é feito com maior facilidade a partir do asfaltamento do asfaltamento do trecho entre Corumbá a Puerto Suarez, na Bolívia.

Como forma de garantir a assistência à saúde de qualidade, o governo de André investiu R$ 308 mil na construção da nova sede da UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família).

Recursos para habitação deram dignidade a 1,2 mil famílias

Os R$ 13,4 milhões em recursos próprios aplicados na habitação fizeram a diferença de 1,2 mil famílias da cidade. O modelo arquitetônico das moradias primou o melhor aproveitamento do espaço e o projeto reservou casas para portadores deficiências.

Dentro de um projeto amplo e contínuo para favorecer a educação, André forneceu kits escolares e uniformes aos estudantes. A política educacional priorizou a capacitação de professores e o cumprimento do piso salarial.

Entre os investimentos de infraestrutura dos prédios escolares, destaca-se a cobertura da quadra de esportes da Escola Estadual Maria Helena Albaneze. O projeto, ao custo de R$ 526 mil, foi fundamental para os estudantes do estabelecimento de ensino.

Governo André fez de Corumbá a Capital da Cultura

Na Cultura, o Festival América do Sul alavancou Corumbá a Capital Mundial da Cultura com música, teatro, cinema, literatura, dança, gastronomia e um intercâmbio cultural até então inédito para o Estado. Foi na gestão de André Puccinelli que o festival contou com representantes da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Venezuela e Uruguai.

O governo de André Puccinelli não descuidou da segurança e, em um projeto amplo, aplicou R$ 2,2 milhões nas obras de ampliação do Estabelecimento Penal de Corumbá. Os recursos permitiram o acréscimo de 115 novas vagas às 400 existentes no local.

Outras Notícias:

Receba nossos conteúdos

CONTATO PARA IMPRENSA

assessoria@andrepuccinelli.com.br

André Puccinelli 2018. Todos os direitos reservados.
Livre reprodução, transmissão e redistribuição dos conteúdos sem edição e com crédito.